10 de novembro de 2015

Evolução Negativa


Apesar das crises, parece que tudo está indo, tudo está se encaminhando: as pessoas possuem mais liberdade de escolha de serem e fazerem o que querem, a tecnologia avança para todas as direções, e principalmente quem está nos centros urbanos percebe a busca incessante por igualdade a todos. Hawkins fala que chegamos ao nível da Coragem como humanidade, mas uma coisa que não está presente no livro dele é que a evolução pode seguir justamente o caminho contrário: podemos evoluir tanto para o Bem quanto para o Mal, para a Luz e para as Sombras.

Muitos dizem que essa história de bem e mal absolutos não existe, é tudo muito relativo, o que é bom pode ser ruim, etc. E é bem isso que está acontecendo: enquanto as pessoas acham que estão fazendo o bem e evoluindo nessa direção, ocorre justamente o contrário.

Um dos principais sintomas da depressão é o vitimismo, no qual a pessoa se martiriza como se a sociedade fosse culpada pelo estado no qual se encontra. Se você for bom entendedor, já deve ter entendido qual ferida estou cutucando. Se você não entendeu, explico um pouco mais: a maioria das políticas sociais (no mundo todo, mas vou analisar a nível de Brasil) são baseadas no vitimismo das pessoas frente à sociedade em que vivem. A depressão é uma doença pouco conhecida do grande público e seus meandros podem estar enraizados na sociedade de forma tal que esteja levando todo mundo pro fundo do poço sem saber.

Evolução negativa tende ao caos, evolução positiva tende à ordem. Isso é básico. Mas como saber em qual direção se está caminhando? Simples, veja a beleza que se exala. A beleza exterior reflete a beleza interior. A busca por algo cada vez mais natural, tons alegres e pastéis (leve isso para o sentido figurado também!), indica evolução no sentido positivo. A beleza artificial (inclua nessa tatuagens, body modification, cabelos pintados de forma artificial, inclusive cobrir os fios brancos), com tons fortes e chamativos, indica a evolução negativa.

Parece preconceito, mas lembra do que eu disse sobre? Está tão na cara que chega a ser ofensivo para quem se ofende fácil (que são muitos!). Se você se encaixa na descrição, e não se ofendeu, sugiro que reflita sobre as atitudes de sua vida a respeito. Será que as pessoas não conseguem por si mesmas o que querem? A luta é tão desigual ao ponto de a gente facilitar o caminho de alguns em detrimento de outros por dívida social? Está havendo uma confusão entre compaixão e desigualdade social, mas só evoluindo para a Luz para entender a diferença.

Sim, qualquer caminho pode ir para Luz ou para as Sombras, dependendo das escolhas feitas. Um exemplo é o Yoga, que pode levar para a Luz ou para as Sombras, dentro daquele esquema do Hawkins, sem a pessoa saber. Não, não falo de Vergonha, Culpa ou Apatia; falo de Alegria, Paz e Iluminação sombrias. Estas existem e são muito mais perigosas que as primeiras. Não basta se preocupar em evoluir, tem que prestar atenção em evoluir na direção certa.