1 de setembro de 2015

Editorial: Não precisa de nada disso


Recebi de um grande amigo meu um link sobre postagem e publicação em blogs. Gostei do material e li o blog inteiro. Como a crítica tende a ser negativa, não vou dar nome aos bois, afinal, eu agradeço sempre a oportunidade de aprender e crescer com o que eu aprendi. O blog fala basicamente sobre como atrair mais leitores, mais comentários, e até mesmo mais dinheiro, para seu blog através de diversas técnicas. Eu já havia lido material semelhante há anos atrás, em uma situação semelhante com outro blog meu: eu buscava melhor divulgação, mas não fui muito adiante.

Os Ecos carregam minha experiência de quase 10 anos com blogs (parece que foi ontem!), então posso dizer algumas coisas sobre o que eu vi desse mundinho até então. Minha própria experiência como pessoa também me permite escrever algumas coisas a respeito (por isso o título). Concordo que nosso blog tem que ser fácil de ler, seja na forma, seja no conteúdo. Gosto muito das ideias, estratégias e dicas para as pessoas escreverem cada vez melhor sobre o que gostam. Mas entendam: ter um blog vai muito além de qualquer tutorial de como ter sucesso.

Por que digo isso? Porque houve uma época em que os blogs eram conhecidos como diários virtuais onde as pessoas escreviam sobre suas experiências de vida para uma plateia invisível. Algumas faziam mais sucesso do que outras e se foi criando uma rede virtual. Esses escritores foram crescendo e deixando seus blogs de lado, abrindo espaço para o surgimento de blogs como vemos hoje em dia. Ainda sou blogueira das antigas - se eu fosse criar um blog para cada tema específico que eu escrevo, eu teria o trabalho multiplicado com pouco benefício.

Creio eu que estas dicas de divulgação sejam úteis quando você tem um blog mais especializado e quer ser lido por um público mais amplo. Mesmo assim, nem tudo deve ser levado ao pé da letra. Sério. No meio de tantas ideias, as pessoas podem esquecer que o mais simples é o melhor caminho, ou mesmo que a marca pessoal é o que diferencia um blog de outro. Conheço blogs de sucesso que vão contra qualquer regra de leitura (e já arranquei meus cabelos por isso). Para quem tem blog pessoal, usar como experiência para o próprio público é algo muito interessante.

Lá no fundo, um bom blog é sempre encontrado pelo leitor na hora certa. Não fique caçando visitas, likes e comentários (já deve entender o que eu penso sobre monetização). Confesso que desencanei disso, mas sempre curto ler o que outras pessoas dizem a respeito: é um aprendizado. Gostaria que as pessoas escrevessem mais por paixão de escrever, sem se importar com o resultado (ele virá um dia). O que geralmente as pessoas dizem ser bom ou ruim é baseado no que as próprias pessoas acham bom ou ruim, não exatamente algo imparcial. E isso você pode aplicar em outros aspectos da vida, inclusive nos padrões de qualidade que geram tantas brigas por aí...